Método Miyawaki de Recuperação de Áreas Alteradas e/ou Degradadas

Método Miyawaki de Recuperação de Áreas Alteradas e/ou Degradadas

Baseado no conceito ecológico de plantar árvores nativas para formação de florestas naturais em cada região de origem, o Professor Emérito da Universidade Nacional de Yokorama, no Japão, “Akira Miyawaki” desenvolve a 36 anos em mais de 330 localidades em todo o mundo um método para recuperar e criar ambientes semelhantes aos das florestas nativas.

O método idealizado pelo professor Miyawaki originou-se da combinação de conceitos sobre o potencial da vegetação natural, que ele teve oportunidade de estudar na Alemanha Junto ao Prof. Dr. Reinhold Tuexen, e sobre a idéia tradicional japonesa das Florestas-santuário. Com projetos desenvolvidos no Japão, Malásia e no Chile, entre outros países, a metodologia também vem sendo utilizada na Amazônia brasileira.

O trabalho do Prof. Miyawaki que chefia o Instituto de Pesquisa do Centro Japonês para Estudos Internacionais em Ecologia (Japan Center for Internacional Studies in Ecology – JISE) chegou ao Brasil no ano de 1992, através da Mitsubishi Corporation e da EIDAI do Brasil Madeiras S/A. A partir do ano de 2000 a Asflora deu início ao trabalho, onde em 2005 foi realizado o 1º Plantio Miyawaky na área do Laboratório da AIMEX.

O sistema Miyawaki prevê um plantio adensado com 2 a 3 mudas por m2, com plantio aleatório, sem definição de espaçamento entre as mudas. São utilizadas espécies pioneiras, intermediárias e tardias, em proporções diferentes. Algum tempo após o plantio começa a haver uma competição natural por luz e nutrientes contidos no solo, formando assim uma nova floresta.

Cool App

top